“MULHERES EM PERIGO” Juiz decreta prisão preventiva de procurador municipal que agrediu colega em SP

 “MULHERES EM PERIGO” Juiz decreta prisão preventiva de procurador municipal que agrediu colega em SP

jurinews.com.br

Por Redação JuriNews
22/06/2022 20:46

O juiz Raphael Ernane Neves, da Primeira Vara Criminal do Foro de Registro, no interior de São Paulo, decretou nesta quarta-feira (22) a prisão preventiva do procurador Demétrius Oliveira de Macedo, que foi gravado agredindo a procuradora-geral do município Gabriela Samadello Monteiro de Barros.

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso, reunindo fotos e vídeos da agressão. O depoimento de Barros também foi adicionado à investigação e utilizado no requerimento da polícia.

Também nesta quarta, o ouvidor das Polícias de São Paulo, Elizeu Soares Lopes, requisitou a prisão temporária de Macedo “a fim de salvaguardar o direito da vítima”. No entanto, a Justiça decretou prisão preventiva do procurador.

De acordo com o despacho do delegado Daniel Vaz Rocha, do 1º Distrito Policial de Registro, Macedo “vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública.”

O prefeito de Registro, Nilton Hirota (PSDB), disse que a agressão é “execrável e abominável”, suspendeu preventivamente por 30 dias o procurador de suas atividades e afirmou que será feito tudo que é possível “dentro dos trâmites da lei”.


Deixe um comentário
Leave a Comment