EVENTOS

TRF5 comemora 10 anos de uso do PJe com evento virtual

 TRF5 comemora 10 anos de uso do PJe com evento virtual

www.jurinews.com.br

Por Redação JuriNews
20/09/2020 - 09:09

Há dez anos, a Justiça Federal da 5ª Região passava por uma verdadeira revolução no trâmite processual. As pilhas de papéis formadas pelos processos físicos foram, aos poucos, sendo substituídas por demandas virtuais. A mudança só foi possível graças à implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe), desenvolvido para ir além da simples digitalização de processos físicos. Com ele, a tecnologia passou a ser utilizada como aliada, automatizando etapas e agilizando tramites processuais.

E, para comemorar uma década do lançamento do sistema, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), em pareceria com a Seção Judiciária do Rio Grande do Norte (SJRN) e a Judiciário Exponencial, promove, na próxima quinta-feira (24/9), o InnovationToday. O evento, que será realizado das 8h30 às 17h, vai reunir magistrados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), do TRF5 e de outros tribunais. Advogados e profissionais da área de Tecnologia da Informação (TI) também participarão dos debates.

A abertura será realizada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marcelo Navarro Ribeiro Dantas. A programação contará com cinco painéis: “A história do PJe”, com participação do desembargador federal do TRF5 e conselheiro do CNJ, Rubens Canuto, “Oportunidades e Desafios do PJe”, “Inovação no Judiciário”, “Soluções de Tecnologia para a Justiça” e “A evolução tecnológica do PJe”.

Interessados em acompanhar as palestras poderão realizar a inscrição gratuitamente, até o dia 24 de setembro. Os inscritos receberão um link para acessar a plataforma de transmissão do evento.

História

O PJe foi implantado no TRF5 em 2010, mas o início da caminhada começou em meados de 2008. O TRF5 e o Conselho da Justiça Federal (CJF) buscavam soluções para desenvolver um sistema único destinado à Justiça Federal. Apesar da grande expectativa em torno da proposta, a parceria inicial com o Conselho não avançou.

Apesar disso, o TRF5 decidiu manter o projeto de criar um sistema eletrônico para as demandas. Mais tarde, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) retomou a ideia de desenvolver um sistema eletrônico único e, dentre vários projetos visitados, escolheu o PJe do TRF5 para adotar como modelo.

Em 2010, o PJe entrou em funcionamento em toda primeira instância cível da Justiça Federal da 5ª Região, sendo implantado no TRF5 no ano seguinte.  Hoje, o sistema é adotado por várias instituições do Judiciário Federal em todo o país.

Deixe um comentário
Leave a Comment