Crime de peculato

Ministro de Bolsonaro será julgado por rachadinhas quando foi vereador

 Ministro de Bolsonaro será julgado por rachadinhas quando foi vereador

jurinews.com.br

Crédito: Sérgio Lima/Poder360

Por Redação JuriNews
12/01/2021 - 18:01

O ministro do Desenvolvimento Regional do Governo Bolsonaro, Rogério Marinho, terá habeas corpus julgado pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Ele ingressou com o pedido em 15 de outubro do ano passado para tentar trancar a acusação do crime de peculato e o julgamento deverá acontecer nas próximas sessões do órgão colegiado.

Segundo o Ministério Público do Rio Grande do Norte, o ministro Rogério Marinho se beneficiou do esquema de rachadinhas em seu gabinete na Câmara Municipal de Natal/RN, na época em que ele era vereador. O Ministério Público acusa o ministro de receber repasses ilegais de salários de funcionários do seu gabinete.

O habeas corpus sob o número 0808937-36.2020.8.20.0000 que, inicialmente, foi distribuído ao desembargador Glauber Rêgo que arguiu suspeição, foi redistribuído ao desembargador Gilson Barbosa e foi concluso para julgamento nesta segunda-feira (11). O Ministério Público já deu parecer contrário a concessão do habeas corpus.

Deixe um comentário
Leave a Comment