Juiz diz que não sabe fazer audiências pela internet e é afastado por improdutividade

 Juiz diz que não sabe fazer audiências pela internet e é afastado por improdutividade

jurinews.com.br

Por Redação JuriNews
13/12/2020 - 10:12

O Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (TRT-PR) afastou o juiz Bento Luiz de Azambuja Moreira, da 17ª Vara do Trabalho de Curitiba por improdutividade.

O magistrado informou, em ofício, que não sabe fazer audiências pela internet. Na decisão, a corregedora, desembargadora Nair Lunardelli Ramos afirmou que “diante da incapacidade técnica para realizar audiências por videoconferência, despreparo para utilização das ferramentas eletrônicas” determina o “imediato afastamento” do juiz, sem corte no salário.

Segundo dados do portal da transparência, em outubro, Bento Moreira recebeu mais de R$ 35 mil. De acordo com a decisão, o juiz não realizou nenhuma audiência desde o dia 18 de março.

Durante a pandemia, as audiências trabalhistas estão sendo feitas pela internet, por videoconferência, para evitar atrasos nos processos.

A corregedora disse ainda que a 17ª Vara, onde atuava o magistrado, possui o maior número de processos pendentes de julgamento no TRT-PR, com 1541. O número é mais de duas vezes maior do que a média registrada nas outras varas do tribunal.

Na decisão, a corregedora também apontou que o tribunal determinou medidas para regularizar o andamento dos processos que estavam parados, mas que o juiz Bento Moreira sempre resistiu ao cumprimento dessas determinações.

Segundo o TRT, o juiz Bento Moreira foi afastado depois de um processo que durou mais de um ano, no qual se verificou que ele não estava cumprindo com as obrigações, não tem realizado audiências, nem emitido sentenças.

A diretora da Vara onde o juiz atuava também foi afastada.

Fonte: G1

Deixe um comentário
Leave a Comment