Bastidores da Ordem

UMA NOVA OAB-MG: Com o lema “inovar, incluir, avançar”, Sérgio Leonardo reafirma compromissos com advocacia mineira

 UMA NOVA OAB-MG: Com o lema “inovar, incluir, avançar”, Sérgio Leonardo reafirma compromissos com advocacia mineira

jurinews.com.br

Por Redação JuriNews
03/06/2022 12:43

Com cerca de dois mil profissionais mineiros presentes, a diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Minas Gerais (OAB-MG) – tomou posse em concorrida cerimônia no Minascentro, em BH, nesta quinta-feira (2). Em ato solene conduzido pelo presidente da OAB Nacional, Beto Simonetti, o advogado Sérgio Rodrigues Leonardo foi empossado presidente da OAB-MG juntamente com a diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados (CAA-MG) e os conselheiros estaduais para a gestão 2022-2024.

Sérgio Leonardo relembrou sobre sua trajetória até chegar à presidência da OAB-MG e destacou que a Ordem mineira vive novos tempos. “Agora, a OAB mineira e o Conselho Federal da entidade caminham juntos.”

Sérgio disse que a gestão vai trabalhar com transparência, responsabilidade e pelo bem da sociedade. ”Estamos recuperando o sentimento de pertencimento da classe em relação à entidade porque é hora de unir e de apoiar todas as subseções. A OAB que queremos é uma entidade de portas abertas, como está o Conselho Federal liderado por Beto Simonetti.”

E seguiu reforçando os compromissos assumidos com a advocacia mineira. “Seguiremos dedicados a inovar, incluir e avançar. Farei deste lema o compromisso para os três anos como presidente da Ordem”, asseverou.

Ele ainda enfatizou os valores pregados pela OAB-MG. “Agora são imperativos na administração da Ordem em Minas Gerais: a transparência, a integridade, a governança e a responsabilidade social e ambiental”. 

“Queremos paridade entre mulheres e homens em todos os espaços de poder, inclusive no Quinto Constitucional! Somos antirracistas e lutamos por políticas inclusivas em favor da advocacia negra”, afirmou. “Somos inovadores e não abrimos mão da transformação digital e da modernização da Ordem. Estamos nos divorciando da cultura do atraso, do papel e da estagnação tecnológica. Queremos nos aproximar da advocacia, nos conectar e tornar a entidade acessível a todos e todas”, disse Sérgio Leonardo em seu discurso. 

Já o presidente da CAA-MG, Gustavo Chalfun, destacou a valorização das subseções e da advocacia do interior. “Temos a responsabilidade de representar 130 mil inscritos, com intuito de oferecer melhor condição de trabalho e uma OAB independente, inclusiva e sempre na defesa dos preceitos institucionais. Já fizemos muito em 150 dias de gestão e vamos fazer muito mais”.

FORTALECIMENTO DA ADVOCACIA

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), marcou presença na cerimônia e fez um discurso destacando sua atuação parlamentar na defesa de pautas da advocacia e ressaltou o fortalecimento da advocacia.

Pacheco participou do sistema OAB como conselheiro, presidente de comissão e conselheiro federal da seccional mineira. “Em oito anos de vida pública, sempre acreditei e lutei pelo bom exercício da advocacia”, ressaltou.

O presidente da OAB Nacional, Beto Simonetti, encerrou a solenidade recordando de grandes protagonistas do estado: “Afonso Pena, Juscelino Kubistchek, Tancredo Neves, Itamar Franco, Afonso Arinos, Gumarães Rosa, Chica da Silva, Carlos Drummond de Andrade entre outros”. 

Simonetti lembrou que Minas Gerais foi escolhida – por unanimidade – no Conselho Federal para ser a capital brasileira da advocacia, já que receberá o maior evento jurídico do país, a Conferência Nacional da OAB, em 2023. 

HOMENAGEM

Durante a cerimônia, Beto Simonetti recebeu das mãos do presidente da seccional mineira, Sérgio Leonardo, a Comenda Lyda Monteiro da Silva. A honraria, idealizada pela Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais (CAA/MG), é concedida a todos aqueles que se dedicam à defesa dos direitos humanos, dos direitos sociais, da democracia e da cidadania. 

A CAA-MG lançou a comenda em homenagem à mais antiga funcionária do Conselho Federal da Ordem dos Advogados, Lyda Monteiro, que foi morta em um atentado à bomba em 27 de agosto de 1980, ao abrir uma carta com explosivos destinada ao então presidente nacional da OAB, Eduardo Seabra Fagundes.

AUTORIDADES

Diversas autoridades e membros da OAB prestigiaram a cerimônia, como o vice-presidente nacional da OAB, Rafael Horn; o diretor-tesoureiro nacional da OAB, Leonardo Campos; o presidente do FIDA, Felipe Sarmento; o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG); o presidente eleito do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador José Arthur Filho; o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais, Gustavo Chalfun; o procurador-geral da Justiça de Minas Gerais, Jarbas Soares Júnior; o advogado-geral do Estado, Sérgio Pessoa de Paula Castro; a defensora pública Caroline Loureiro Goulart Teixeira, que representou a defensora pública-geral de Minas Gerais, Raquel da Costa Dias; a conselheira federal e presidente da Comissão da Mulher, Cristiane Damasceno; o membro honorário vitalício da OAB-MG, Marcelo Leonardo.

Deixe um comentário
Leave a Comment