Produtividade TJ-RN já produziu quase 50 mil sentenças durante trabalho remoto

No período de nove semanas funcionando em regime de trabalho remoto devido à pandemia do novo coronavírus, o Tribunal de Justiça do RN produziu 48.626 sentenças. Os dados são referentes ao período de 16 de março a 17 de maio, conforme dados compilados pela Secretaria de Gestão Estratégica do TJRN, com base no painel de Produtividade Semanal – COVID 19 do Conselho Nacional de Justiça.

“Alcançamos um número importante, quase 50 mil sentenças em 60 dias, o que nos deixa satisfeitos e renova o nosso compromisso de fazer sempre mais”, aponta o presidente do TJRN, desembargador João Rebouças. O dirigente do Poder Judiciário potiguar sempre tem destacado a importância da atuação de magistrados e servidores. “Sem eles, não seria possível alcançar esse resultado, por isso continuaremos buscando os melhores resultados possíveis, neste período de tantos desafios”, acrescenta o desembargador.

Em 3 de maio, o TJRN contabilizava 36.683 sentenças, o que significa um aumento de 32,5% desde então. Atualmente, o TJRN é o quarto entre os 12 tribunais considerados de pequeno porte. Estão a frente do TJ potiguar, os TJs do Mato Grosso do Sul (64.315), de Alagoas (61.370) e do Amazonas (48.868).

Entre os dias 16 de março e 17 de maio o Poder Judiciário potiguar conseguiu baixar 56.812 processos  (arquivamento definitivo), enquanto foram recebidos 34.429 novos casos, o que significa redução do acervo processual no período. Em 3 de maio, o número de baixados era de 44.614 processos e o de novos processos distribuídos era de 26.838 novos casos.

Decisões

O TJRN é o quinto em relação ao número de decisões proferidas, com 49.278 registradas em 17 de maio. Em 3 de maio eram 38.024 decisões registradas, aumento de 29,6% no período. Entre os 12 tribunais de pequeno porte, lideram neste quesito o TJRO (126.291), TJAL (101.017), TJMS (79.492) e o TJAM (66.146).

Despachos

Já em relação ao número de despachos, o TJRN permaneceu em quarto entre os tribunais de pequeno porte, com 119.757 despachos produzidos no período até 17 de maio. Na contagem do dia 3 de maio eram 91.858, o que representa aumento de 30,3%. Este quesito é liderado pelo TJPB (176.577), TJMS (155.303) e o TJSE (131.090).

Atos cumpridos

O levantamento também indica a quantidade de atos cumpridos por servidores, onde o TJRN é o quarto dentre os tribunais de pequeno porte, com 1.347.891 movimentos realizados. Até 3 de maio eram 1.015.519 movimentos contabilizados, crescimento de 32,7%. A liderança é do TJMS (3.096.099), seguido do TJRO (1.685.310) e do TJAM (1.636.158).

Com informações do TJ-RN

 

 

+ Leia também

VOLTAR