Após dois meses Justiça Federal da 5ª Região produz quase 330 mil atos durante regime de teletrabalho

Após dois meses em teletrabalho, a Justiça Federal da 5ª Região (JF5) analisou os dados da produtividade na área judiciária. Entre 20 de março e 19 de maio, período que compreende o início do regime de trabalho diferenciado e o dia de ontem, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5 e as Seções Judiciárias vinculadas editaram 327.796 atos processuais, um total de 35.378 atos a mais em comparação ao mesmo período do ano passado. As informações foram compiladas pela ferramenta Business Inteligente (BI).

Nos mais de 327 mil atos editados até o momento, estão incluídas 65.822 sentenças, 52.592 decisões, 29.164 acórdãos e 180.218 despachos. Em 2019, entre os dias 20 março e 19 de maio, foram proferidas 83.292 sentenças, além de 56.586 decisões, 24.006 acórdãos e 128.534 despachos, totalizando 292.418 atos processuais.

Desde a publicação do Ato nº 112/2020 da Presidência do TRF5, magistrados, servidores, estagiários e colaboradores da JF5 estão em regime de trabalho prioritariamente remoto, em razão da pandemia do Novo Coronavírus (Sars-CoV-2). A medida adotada pelo TRF5 segue as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde para restrição de contatos sociais. O Tribunal também está seguindo as orientações contidas nas Resoluções nº 313/2020, nº 314/2020 e nº 318/2020, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que disciplinam a atuação do Poder Judiciário durante a pandemia.

 

 

+ Leia também

VOLTAR