Quinto Constitucional Eider Filho retira candidatura ao TRT-RN: “Minha motivação e verdadeira paixão estão na advocacia”

A eleição do Quinto Constitucional para vaga de desembargador do TRT-RN perde um grande nome. O advogado Eider Furtado Filho anunciou, nesta quarta (15), que desistiu de participar do pleito. 

Considerado um forte nome na disputa devido sua respeitabilidade junto ao TRT-RN e aos advogados, construída em 35 anos de atuação na advocacia potiguar, Eider Filho emitiu uma nota expondo os motivos de sua decisão.

“Falta-me motivação para essa disputa eleitoral. Mesmo após o requerimento da inscrição, não encontrei essa motivação. E por entender não ser justo participar da eleição sem estar motivado ao cargo é que, em respeito à classe de advogados e aos servidores do TRT21, faço, publicamente, esta declaração”, disse Eider Filho.

“Minha motivação e verdadeira paixão estão na advocacia. São 35 anos de uma advocacia dedicada, especialmente, ao direito do trabalho. Ao longo desse período, tive o prazer e a honra de seguir os passos do meu pai e, agora, vejo, com orgulho, meus filhos trilharem por esse mesmo caminho”, destacou o advogado.

Ele conclui a nota desejando que o processo eleitoral ocorra de forma ética e honesta e vaticina: "Que o futuro desembargador saiba honrar toda a classe de advogados e a envergadura do cargo em disputa". 

Confira na íntegra: 

NOTA

Por meio desta nota, venho comunicar, especialmente à classe de advogados, que decidi retirar minha candidatura ao cargo de desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região, oriunda do quinto constitucional destinado à advocacia.

Agradeço àqueles que me incentivaram a concorrer a tão importante função e que, voluntariamente, apoiaram o meu nome. 

Mas, no momento, falta-me motivação para essa disputa eleitoral. Mesmo após o requerimento da inscrição, não encontrei essa motivação. E por entender não ser justo participar da eleição sem estar motivado ao cargo é que, em respeito à classe de advogados e aos servidores do TRT21, faço, publicamente, esta declaração.

Também agradeço aos colegas advogados de escritório, que sempre demonstraram seu apoio irrestrito à minha vontade, tanto a de concorrer à vaga de desembargador, como a de retirar minha candidatura.

Minha motivação e verdadeira paixão estão na advocacia. São 35 anos de uma advocacia dedicada, especialmente, ao direito do trabalho. Ao longo desse período, tive o prazer e a honra de seguir os passos do meu pai e, agora, vejo, com orgulho, meus filhos trilharem por esse mesmo caminho.

O tempo é dinâmico e é preciso acompanhar as mudanças que se impõem. Com um escritório profissional consolidado e reconhecido pela sociedade, é hora de nos dedicarmos aos projetos internos e de expansão.

Por fim, desejo que o processo eleitoral ocorra de forma ética, honesta e em condições de igualdade para todos os candidatos. E que o futuro desembargador saiba honrar toda a classe de advogados e a envergadura do cargo em disputa. 

Natal, 15 de maio de 2019.

Eider Furtado de Mendonça e Menezes Filho
OAB/RN nº 1.451

 

 

+ Leia também

VOLTAR