Abuso de autoridade Advogado potiguar prepara representação no CNMP contra promotor paraibano

O advogado criminalista potiguar e conselheiro da OAB-RN, Fernandes Braga (foto), vai ingressar, na próxima semana, com uma representação junto ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra o promotor de Justiça, Sócrates Agra, devido a incidente ocorrido durante um juri popular em João Pessoa na última quarta-feira (8). 

“A sessão já havia começado e a acusação feito sua sustentação, quando no meio da minha fala o promotor Agra, durante um aparte no qual afirmou não admitir que a defesa utilizasse cópia dos autos e sim os originais, chamou a mim de safado”, conta Fernandes. 

O adjetivo acendeu o estopim de um bate-boca entre os dois. Nesta quinta-feira, mais calmo, o advogado potiguar disse ao JURINEWS que a reclamação do promotor não faz qualquer sentido técnico e legal. "Mais ainda quando chegou carregada de um tom de determinação, quando esse papel não caberia a ele na qualidade de parte no processo - tanto quanto também o é o advogado de defesa".

Mas foi o adjetivo “safado” que detonou o incidente, admite Fernandes. 

“Respeito demais o Ministério Público enquanto instituição, mas é inadmissível que um promotor de justiça se dirija com ofensas para qualquer cidadão, quando mais a um advogado no desempenho de suas funções”, desabafa Fernandes.

Além da representação junto ao Conselho Nacional do Ministério Público, o advogado Fernandes Braga já contatou conselheiros da seccional da OAB da Paraíba para um futuro desagravo.

 

 

+ Leia também

VOLTAR