Opinião A Democracia sempre vence

Por Renato Marinho, advogado e candidato ao Quinto do TRT-RN

Caminhei pelos belos caminhos do nosso Rio Grande do Norte, visitei as nossas cidades históricas e abracei amigos. E neste caminhar pude pregar o meu compromisso com a causa dos Advogados do meu querido Estado. Disse-lhes do meu conhecimento das suas angústias, das dificuldades que se erguem contra o exercício de seus ofícios, alertei-lhes que sabia da natureza alimentar dos honorários advocatícios e da irrenunciabilidade das prerrogativas advocatícias. E, escutei. Escutei que o que pedem é o justo e o correto, pedem que se exercite sempre a capacidade de ouvir as razões das partes, que se dê transparência s decisões e que o gabinete de um magistrado tenha pouca ou nenhuma porta a embaraçar a argumentação de quem faz a defesa de um direito. E nada neste diálogo soou estranho para mim. Assim, sob estas premissas fiz um pacto com os colegas de profissão que se baseia, principalmente, no não esquecer. Não esquecer, sempre, que antes de qualquer coisa que me conceda o destino, eu fui e sou um Advogado.

 

 

+ Leia também

VOLTAR